Importar Eletrônicos: Saiba se vale a pena e como não correr riscos!

Importar Eletrônicos: Saiba se vale a pena e como não correr riscos!

O Brasil é um dos países que cobram mais impostos e os impostos mais altos, dificultando muito a vida de quem tem um negócio próprio e precisa vender muita quantidade para ter algum lucro, principalmente numa época onde existem milhões de desempregados e muita gente está deixando de comprar o que não é essencial ou o que não está com um preço realmente bom e que esteja valendo a pena.

Uma das formas de estar na frente da concorrência e oferecer preços mais baixos é importando, e se o seu negócio é vendas, não deixe de ler o artigo de hoje, pois vamos dar dicas sobre como importar eletrônicos de países como os EUA, China, Paraguai e Japão, mostrar como importar eletrônicos para revenda e dizer se realmente continua valendo a pena importar e se você vai ter lucros nesse empreendimento.

Importar eletrônicos para revenda

Importar eletrônicos para revenda é um ótimo negócio, já que a diferença de valor entre o produto comprado aqui no Brasil e um produto importado pode chegar a 3 vezes, e você pode oferecer um Iphone ou um vídeo-game pelo dobro do valor que pagou (já com o valor do frete e das taxas) e ter um lucro grande (100%), e ainda oferecer um produto a um preço muito menor ao seu cliente.

Esse lucro pode ser ainda maior em eletrônicos menores e que não precisam de marcas famosas, podendo chegar a 400%!

Uma boa opção é usar o método dropship, que evita que você invista em um estoque que precisa de logística, lugar para sr guardado e que corre o risco de não ser vendido. Nesse caso, você divulga os produtos que você já sabe o valor e já conhece um fornecedor de confiança, e só compra o que for encomendado pelo cliente (na sua loja online ou pessoalmente, na loja física), e o fornecedor envia o produto direto para o seu cliente, sem que você precise se preocupar com nada, além de passar os dados e o dinheiro pra ele.

Outra forma de importar eletrônicos para revenda é através de empresas de trading, como a ABPTrade e a Ocean Trading, que faz a intermediação da sua importação e cobra uma porcentagem em cima do valor da sua compra.

Importar eletrônicos dos EUA

Já valeu a pena ir pessoalmente aos EUA para fazer comprar para revender, quando a passagem de avião estava mais barata, mas mesmo com o dólar em alta, continua sendo um bom negócio importar eletrônicos dos EUA, só que comprando os produtos online, porque a maioria dos sites entrega diretamente pro Brasil, a forma de pagamento é facilitada e o sedex é rápido (dependendo da sua escolha, já que existem várias opções).

como importar eletrônicosImportar eletrônicos da China

Para importar eletrônicos da China a dica mais importante é pesquisar bastante a reputação das lojas, evitar comprar em lojas que tenham nomes parecidos com as lojas e marcas conhecidas (porque é um sinal de que vendem produtos falsificados e réplicas) e dar preferência para sites que entregam de graça no Brasil, sem cobrar o frete, para aumentar o seu lucro.

Importar eletrônicos do Paraguai

Para quem quer importar eletrônicos do Paraguai, o ideal é ir direto para Ciudad del Este, onde a maioria das lojas grandes e de confiança estão localizadas.

Mesmo que você não more no Sul do Brasil, vale a pena ir para o Paraguai de excursão, porque além de você conhecer pessoas que já estão acostumadas a ir pra lá e já saberem os lugares que valem a pena, fica mais barato e você não vai precisar de um intermediário, já que vários sites do Paraguai não entregam no Brasil.

Importar eletrônicos do Japão

O Japão é o paraíso dos eletrônicos, e por isso é o maior exportador desse segmento no mundo. Um dos melhores sites é o Pricejapan.com.

Uma dica importante é sempre converter os preços para ienes (porque de modo geral, a legislação de comércio internacional exige que a compra seja feita na moeda do país exportador) e acrescentar os impostos de importação, para saber se vale a pena.

importar eletrônicos tablets

Importar eletrônicos vale a pena?

Sim. Como falamos, importar eletrônicos vale a pena e está entre os itens mais consumidos e cuja diferença de valor entre os produtos comprados no Brasil e os importados dos EUA, da China, do Paraguai e do Japão chega a ser 3 vezes mais barato, o que garante uma ótima margem de lucro e um negócio rentável pra você, mas não esqueça de seguir as dicas que demos anteriormente, para evitar prejuízos, comprar em lojas de confiança e que não vão causar problemas.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *