Como importar roupas? Explicamos como funciona!

Como importar roupas? Explicamos como funciona!

Com a internet temos acesso a lojas, itens e informações que era de acesso exclusivo a quem morasse perto, e o computador deixa o mundo inteirinho em nossas mãos, literalmente. Você não precisa mais usar só as roupas que vendem nas lojinhas de bairro de onde você mora, ou nas lojas do shopping mais próximo da sua casa. Com a internet você consegue importar roupas de marcas do mundo todo, seja para pagar mais barato por um item que você gostou, seja para ter uma peça de uma marca específica ou porque você viu a propaganda e gostou.

No artigo de hoje vamos explicar como importar roupas caso você nunca tenha feito compras em sites estrangeiros, e também vamos explicar como importar roupas para revender, caso você esteja procurando uma fonte extra de renda, ou até mesmo queira fazer disso a sua renda principal, já que com a crise no Brasil o empreendedorismo e os pequenos negócios tem aumentado cada vez mais.

Como importar roupas para uso próprio?

Seja porque você gosta de uma marca específica que não vende aqui no Brasil, ou porque a peça está mais barata lá fora do que nas lojas que vendem a marca aqui (mesmo com o dólar altíssimo isso acontece muito, porque os impostos também são altíssimos), ou simplesmente porque você chegou ao site e gostou do produto, a primeira coisa que você precisa saber para importar roupas é saber se o site envia os produtos para o Brasil. Se ele não enviar, não tem problema, também existe um jeito para isso, e nós vamos ensinar a seguir.

A segunda coisa que você precisa é ter um cartão de crédito internacional. Se você não tiver, você pode pedir um ao seu gerente no banco, ou solicitar um cartão de crédito pré-pago, que você recebe em casa e carrega com o valor que quiser, para gastar nas suas compras internacionais (tanto nos sites quanto se você for fazer uma viagem ao exterior).

como importar roupas para revender

Como importar roupas em sites que enviam para o Brasil

Se você quiser importar roupas em sites que enviam para o Brasil o processo é muito simples, e exatamente igual à comprar pela internet em sites nacionais. Basta você selecionar as peças, o tamanho e a cor (ideal que você entenda um pouco do idioma ou use o google translator para entender as informações), e depois fazer um cadastro com os seus dados pessoais, endereço de entrega e forma de pagamento, incluindo o número do cartão de crédito e a quantidade de parcelas.

É importante você incluir o valor do frete e das taxas e impostos (e possíveis taxas na alfândega) para saber se o produto realmente vale a pena, já que esse valor pode mudar (para mais ou para menos) de acordo com a data do fechamento do seu cartão de crédito e o valor do dólar nesse dia.

Também é importante saber que a entrega pode demorar bastante (não esqueça de ver os prazos no site) e que existe a possibilidade de você ser taxado na alfândega. Se isso acontecer, a sua encomenda vai direto para a agência dos correios mais próxima da sua casa e você receberá um aviso com o valor que deverá pagar (em dinheiro) para retirar a mercadoria. Isso também vale para os sites que não enviam para o Brasil e para o caso de você querer importar roupas para revender.

Como importar roupas em sites que NÃO enviam para o Brasil

Existem sites que não enviam as mercadorias para o Brasil, principalmente se existir loja física ou site específico que venda as mesmas peças nacionalmente. O que acontece é que muitas vezes, comprar uma calça da Gucci (uma das dez marcas de jeans mais caras do mundo) aqui no Brasil pode ser ainda mais caro que comprar num site estrangeiro, mas existem leis que protegem os vendedores nacionais, e por isso a importação desses produtos é dificultada.

Uma das formas de importar roupas em sites que não enviam para o Brasil é conseguir um “endereço” nos EUA ou no país de origem, como o ShipiTo. Você faz um cadastro, e ao comprar a roupa, coloca o endereço do armazém como se fosse o seu. Chegando lá, eles enviam a mercadoria pra você, que paga outro valor de frete – e mesmo assim pode ficar mais barato.

Como importar roupas para revender?

Para importar roupas para revender o processo é o mesmo que falamos anteriormente, mas a diferença está na quantidade e no valor declarado, que pode fazer você ser taxado quando a mercadoria chegar ao Brasil. Faça as contas para saber se conseguirá ter lucros, e se vale a pena, além de saber a quantidade permitida na sua cidade, para não ter prejuízos e problemas com a lei.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *