Voto nulo: Entenda de uma vez por todas como funciona esse voto na política

Voto nulo: Entenda de uma vez por todas como funciona esse voto na política

Chega um momento da vida em que você precisa cumprir o seu papel como cidadão e ir votar num candidato político que promete fazer diversas obras em seu bairro, cidade, estado e até mesmo no país inteiro. No Brasil a população está cansada de escolher os mesmos políticos de sempre por isso muitos optam pelo voto nulo.

Vamos falar agora sobre esse voto e tirar suas dúvidas sobre ele. Então continue lendo esse artigo e saiba tudo agora!

O que é o voto nulo?

Uma boa parte da população brasileira não entende com clareza o que envolve o voto nulo e o voto em branco. Alguns chegam a pensar que esses dois tipos de votos são as mesmas coisas. Em conformidade com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), essas duas formas de votação servem de alternativa para o eleitor que não deseja eleger um candidato.

Ainda que no Brasil o eleitor seja obrigado a votar, a legislação atual declara que o eleitor é independente para fazer a escolha ou não de um candidato. Mas então o que é o voto nulo?

É considerado como voto nulo pelo Tribunal Superior Eleitoral, todo voto em que o eleitor mostra seu desejo pela a anulação do mesmo. Isso quer dizer que no dia de votar, quando o eleitor digita uma numeração que não existe, ela anula seu voto.

Como funciona?

Funciona assim, se um votante digitar “0000” ao invés do número de algum candidato e logo após teclar ‘Confirma’, ele estará anulando seu voto. Em outras palavras, aquele voto nulo é como se nunca tivesse existido um voto, não tem serventia alguma. Assim como não é somado na totalidade de votos válidos.

No passado, o voto nulo era compreendido como um meio de protestar contra alguns políticos ou contra toda a sociedade política.

O voto nulo cancela a eleição?

Não. Nos últimos anos algumas pessoas chegaram a acreditar que votando nulo, a eleição seria cancelada. Ou seja, se mais de 50% dos votantes escolhessem votar nulo, teria de haver outra eleição com novos candidatos. O argumento dessa teoria fundamenta-se no artigo 224 do Código Eleitoral. Nele fala que se os votos nulos alcançarem mais que a metade de todos os votos do Brasil no dia da eleição, o TSE determinará uma nova data para uma nova eleição no período de 20 a 40 dias.

No entanto, em conformidade com uma atual análise do Tribunal Superior Eleitoral, essa invalidade só é possível nas eleições quando a votação é anulada devido a alguma defraudação que indique seu cancelamento.

Em vista disso, se mais da metade dos votos dos eleitores são votos nulos, predomina o desejo daqueles que escolheram e votaram em algum político. Isso quer dizer, que o voto nulo não cancela a eleição.

voto nulo como funciona

O que acontece se votar nulo?

Quando um eleitor vota nulo, ele acaba permitindo que um político insatisfatório vença a disputa eleitoral, mesmo que com uma baixa quantidade de votos válidos.

Por esse motivo, á maioria das pessoas preferem colocar suas expectativas em candidatos que mostram certo nível de satisfação, ao invés de tornar mais fácil a vida de um político com caráter duvidoso. Alguns acreditam que a escolha pelo voto nulo termina se tornando em um ato de omissão diante da cena política.

Voto em branco x Voto nulo

No passado quando não existia urna eletrônica, o eleitor que desejava votar em branco precisava apenas não marcar a cédula de votação, deixando do mesmo jeito, em branco. Dessa forma, o votante não demonstrava escolha por nenhum dos candidatos. Hoje em dia, todo eleitor que deseja votar em branco, só precisa pressionar na urna a tecla ‘Branco’, e logo depois confirmar.

Anteriormente, na hora de contabilizar os votos, o voto em branco era tido como válido e entregue ao candidato que estivesse com o maior número de votos, ou seja, ganhando. Era encarado como um voto de conformação, onde o eleitor apresentava-se contente com o candidato que ganhasse a disputa.

Apesar disso, a Constituição atualmente estabeleceu que não devem ser contados os votos em brancos para o benefício daqueles candidatos que estão ganhado. Isto é, os votos em branco não são mais dados para nenhum candidato.

Mas qual a diferença entre votos em brancos e votos nulos? A diferença entre as duas opções de votos está na maneira como o cidadão faz o registro de sua escolha.

O voto em branco é válido quando se escolhe na urna o botão com a inscrição “Branco”. No caso do voto nulo, o eleitor valida sua escolha quando digita uma numeração que não existe ou que não esteja relacionado a nenhum candidato, e dessa forma confirma sua escolha.

E aí, entendeu melhor agora como funciona esse método de votação? Então compartilhe esse texto com seus amigos para que todos cumpram com a cidadania corretamente!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *