Parcelar a fatura do cartão de crédito: Vale a pena? Como fazer?

Parcelar a fatura do cartão de crédito: Vale a pena? Como fazer?

O cartão de crédito é muito utilizado por milhares de brasileiros, visto que com ele é possível realizar compras a prazo e parceladas em suaves prestações. No entanto, quem usa cartão de crédito deve tomar cuidado para que o sonho não se torne um pesadelo.

Usou seu cartão de crédito e ficou sem dinheiro para pagar a fatura? Está pensando em parcelar sua fatura? Então leia esse artigo e veja a seguir tudo que você precisa saber antes de parcelar a fatura do cartão de crédito.

Vale a pena?

Usar o cartão de crédito é muito bom, mas é necessário que o cliente esteja ciente de que o não pagamento de sua fatura pode se tornar um pesadelo na hora de quitar seus débitos, por isso o mais indicado sempre é que você não deixe de pagar suas parcelas em dia. Mas e se não foi possível pagar o valor total da sua fatura? O que fazer?

É comum muitas pessoas que estão sem muitas opções para quitar sua fatura do cartão de crédito optarem por parcelar essa fatura, mas nem sempre essa é a melhor solução, visto que muitas vezes as agências cobram valores abusivos de juros o que faz a dívida do consumidor ficar ainda maior.

Por isso, o mais aconselhável é que você entre em contato com o seu banco para entender melhor sobre como será feito o seu parcelamento e qual a taxa de juros será cobrada. Evite parcelar sua dívida no escuro ou poderá ter uma grande surpresa na hora que chegar sua fatura.

Como fazer para parcelar?

Se você optou por fazer o parcelamento da fatura do seu cartão de crédito, você precisa saber em primeiro lugar se o seu banco aceita essa modalidade de pagamento, pois não são todos os bancos que aceitam.

Se o seu banco é um dos que aceita e você possui uma conta corrente, o procedimento é bem simples, basta você ligar para a sua agência e dizer que deseja parcelar sua fatura do cartão de crédito, assim o valor da parcela será descontado automaticamente em sua conta.

Mas vale lembrar que essa facilidade disponibilizada pelo banco custa caro, e por isso as taxas de juros que você pagará poderão ser um pouco altas. Porém essas taxas são menores que as taxas cobradas em casos de cheque especial.

vale a pena parcelar a fatura do cartão

E quanto a pagar o mínimo?

Outra maneira que os bancos disponibilizam para seus clientes é pagar apenas o valor mínimo de sua fatura, assim eles continuaram com a dívida dessa fatura para pagar no mês seguinte. Nesse caso também é cobrada uma alta taxa de juros e muitas vezes no mês seguinte o cliente não possui o valor de duas parcelas do cartão, o que pode trazer problemas ainda maiores.

Conseguir um empréstimo consignado:

Outra opção para quem não possui dinheiro para pagar a fatura do cartão de crédito é optar pelo empréstimo consignado, pois assim poderá pagar sua fatura em dia e os juros cobrados nos empréstimos são menores do que os cobrados pelo cartão de crédito. Além do mais, o empréstimo consignado pode ser conseguido até mesmo por pessoas que possuem alguma restrição no nome, ou seja, o famoso “nome sujo”.

Por isso é necessário que o consumidor pense antes de escolher a alternativa de parcelamento da fatura, pois essa nem sempre é a melhor opção.

Não fazer nada:

Uma das piores alternativas que o devedor pode fazer é opta por não fazer nada quando não se tem o valor referente à fatura do cartão. O fato de “fingir que a fatura não existe” pode trazer diversos prejuízos ao consumidor, visto que há uma cobrança de multa e o valor dos juros é muito alto, podendo ser maior do que 12%, o que irá trazer grandes prejuízos ao devedor.

Nossa opinião:

Em breve análise é possível dizer que se você está com dificuldades para pagar sua fatura do cartão de crédito, o ideal seria tentar um empréstimo consignado para quitar sua dívida, pois as taxas de juros cobradas pelo empréstimo são bem menores que as cobrada pelo cartão.

Veja também um vídeo explicando melhor sobre o assunto:

Ficou alguma dúvida sobre parcelar a fatura do cartão de crédito? Deixe-a nos comentários que nós responderemos assim que possível.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *