Bilhete único: Como funciona? Como solicitar? Explicamos aqui!

Bilhete único: Como funciona? Como solicitar? Explicamos aqui!

O bilhete único é uma política pública que vem sendo utilizada na maioria das capitais e grandes cidades brasileiras, mas será que você sabe mesmo os direitos que uma pessoa tem ao garantir o seu bilhete único?

Apesar de muito falado, não são todas as pessoas que possuem as informações necessárias a respeito do bilhete único. Se você é uma delas, este texto vai mudar a sua vida. Leia abaixo tudo que precisa saber a respeito dessa política implementada praticamente em todo o território nacional!

O que é o bilhete único?

O bilhete único é uma política pública criada nos últimos anos que ocorreu por conta das variadas manifestações e protestos por conta das passagens de transporte público municipal.

Ele foi uma forma que os mega empresários de ônibus e os governos arranjaram para que as pessoas pagassem as passagens sem reclamar e continuassem dando lucro para eles. Porém, apesar da intenção maléfica, o bilhete único tem sim as suas vantagens.

O bilhete único oferece um tempo de viagem, normalmente uma hora, em que a pessoa pode pegar quantos ônibus quiser e puder pagando apenas uma passagem. Essa foi a forma que os governantes encontraram para que a população que mora longe do trabalho consiga pegar dois ou mais ônibus sem precisar pagar várias passagens.

Como funciona o bilhete único

O bilhete único, na verdade, é um cartão e não um bilhete. A pessoa passa esse cartão na primeira viagem, os dados do ônibus confirmam o horário e, ao passar esse mesmo cartão em outros ônibus dentro do horário permitido, a pessoa não paga mais nada.

O cartão do bilhete único tem que ser carregado nos locais apropriados, em que a pessoa paga o valor da passagem e ela é creditada nesse cartão. Após isso, ela vai poder andar de ônibus, trem e metrô pela cidade por uma hora, ou mais, e pagar apenas uma passagem.

Em cidades muito grandes, como São Pulo, Brasília, Rio de Janeiro, o tempo de apenas uma hora do bilhete único é muito pouco, porque, normalmente, demora-se mais tempo do que isso dentro de um ônibus. Mesmo que a pessoa tenha que pegar outro depois. Porém, ainda não se avançou nessa questão do tempo de gratuidade nas grandes cidades brasileiras.

bilhete único como funciona

Como usar?

Para usar o bilhete único é preciso apenas ir a um ponto de venda do bilhete, apresentar seus documentos, pagar para carregar os valores e receber o cartão já com o que você pagou creditado nele.

Após isso, basta entrar em um ônibus, ou passar pela catraca do trem e metrô, aproximar o cartão do local de leitura e entrar no transporte público. Se dentro de uma hora você pegar mais de um transporte, todo ele vai ser pago com apenas o valor de uma passagem.

Pode ser que ocorra algum erro no cartão e na hora de passar novamente em menos de uma hora ele cobre uma passagem a mais. Informe isso ao motorista, cobrador, ou aos responsáveis pelo metrô para que eles tomem as providências corretas e você não seja prejudicado.

Como tirar o bilhete único?

Para tirar, basta ir com seus documentos em um guichê do transporte público da sua cidade. Para saber onde fica, é só entrar em contato com a empresa responsável ou até mesmo com a prefeitura. Algumas têm sites que informam a respeito de onde tirar, quais documentos são necessários e demais informações importantes.

Onde fazer?

O seu cartão de bilhete único vai ser feito pela própria empresa que cuida do transporte público na sua cidade. Ele sai na hora, normalmente, basta levar os documentos, fazer o cadastro que o cartão fica pronto.

Para recarregá-lo, você também precisa saber os pontos que a prefeitura disponibiliza. Normalmente, em todos os metrôs, BRTs, estações de trem é possível recarregar o cartão. Mas em pontos de ônibus normais apenas alguns que possuem o guichê para colocar o crédito no bilhete único. Por isso, pesquise antes para não ficar na rua com o cartão sem estar carregado.

Agora que você já sabe tudo sobre o bilhete único, compartilhe este texto com amigos e familiares que precisam descobrir se existe essa importante política pública na cidade em que eles moram!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *